Pedro Ximénez de Abrill-Tirado

Pedro Ximénez de Abrill-Tirado (1780 ?, Arequipa, Peru – 1856, Sucre, Bolivia) – Minueto n°8 em ré menor, dos  “100 Minuetos”

Publicado em 1844, Paris (Parent & Cie.)

Pedro Ximénez de Abrill-Tirado,  nascido no Peru,  foi um compositor, guitarrista, violoncelista e mestre de capela. A sua obra musical, de estilo clássico, inclui sinfonias, concertos, missas, quartetos de cordas e canções para voz e piano. Para além dos “100 Minuetos”(partitura Minuetos 41-50), outras das suas obras para guitarra que chegaram aos nossos dias foram Mis pasatiempos al pie del Volcan (partitura) e o Divertimento op.43, para guitarra, duas flautas e quarteto de cordas(partitura).

Rui Namora – Guitarra romântica (luthier desconhecido)

 

Anúncios

Leonard Schulz – Étude WoO nº2

Leonard Schlulz (Viena, 1813- Londres,1860) – Étude WoO nº 2 (Moderato)

Rui Namora – Guitarra Romântica de 8 cordas (Jan Tuláček), réplica de J.A. Stauffer (1837)

Leonard Schulz – Étude WoO nº4

Leonard Schlulz (Viena, 1813- Londres,1860) – Étude WoO nº4 (Andante con molto espressione)

Rui Namora –  Guitarra Romântica de 8 cordas (Jan Tuláček), réplica de J.A. Stauffer (1837)


Leonard Schulz – L’indispensable op.40 nº1 (Grave)

Leonard Schulz (Viena, 1813 – Londres, 1860) é uma figura esquecida e obscura do mundo guitarrístico. Nascido no seio de uma família de músicos, foi um menino-prodígio que, juntamente com o seu pai e irmão, viajou pela Europa em digressão. A fama de virtuoso que obteve em vida como guitarrista, parece não ter sido suficiente para evitar o quase esquecimento da sua obra, fruto da sua vida atribulada, numa época em que o instrumento sofria já de um declínio.

L’indispensable op.40, uma série de exercícios e estudos, foram publicados em Londres em 1840.

Gravação do Exercício nº1 (Grave), numa réplica de uma guitarra de 8 cordas J.A. Stauffer (1836), construída por Jan Tuláček

Leonard Schulz (Vienna, 1814 – London, 1860) is a forgotten and obscure figure of the guitar world. Born into a family of musicians, he was a prodigy child who, along with his father and brother, traveled across Europe on tour. Despite his virtuoso aura, his troubled adult life, at a time when the instrument was suffering a decline, contributed to the almost oblivion of his music, which only in the past years began to be rescued.

L’indispensable op.40 is a set of exercises and studies, published in London in 1840.
Recording of Exercise nº 1 (Grave), on a guitar replica J.A. Stauffer (1836), built by Jan Tuláček


Fernando Sor – Bagatelle op.43 nº 1 (Andantino)

Fernando Sor – Le Calme, Caprice op.50

Fernando Sor (1778-1839)
Le Calme, caprice op.50

Rui Namora, guitar (Foetisch Frères, early XXth century)

 

Vasily Sarenko – Étude nº3

Vasily Sarenko – Étude nº3


Rui Namora – 8-string Romantic Guitar (Jan Tuláček), after J.A. Stauffer (1837)

Score available in Boije Collection (stated as Étude No.1)
http://bit.ly/1mtFYxv

and in Editions Orphée (The Russian Collection, volume I)

 

  • “Sem a música, a vida seria um erro” – Nietzche